31 de julho de 2013 às 19h14min - Por Mário Flávio

20130731-191840.jpg

Em sua primeira entrevista após se liberado da Penitenciária Juiz Plácido de Sousa, o vereador caruaruense Jajá (PPS) participou participou do programa Conteúdo, transmitido pelas emissoras Caruaru FM e Liberdade AM, jornalista Mário Flávio Lima, e falou do período que passou preso, por pouco mais de uma semana, além de ressaltar os argumentos que sua defesa está utilizando no processo contra ele. Além disso, ele comentou também que, apesar de confirmar o incidente com seu pais, em 2010, não teria cometido tentativa de homicídio contra ele.

Paralelo a isso, seu advogado, José Américo, ainda defendeu que os processo de 2005, relativo a denúncia falsidade ideológica e falsificação de documento público, que não tinha mais consistência, já que já havia se passado 8 anos e que caberia, inclusive, prescrição.

Ele também garantiu que não vai mudar sua postura na Câmara Municipal, além de ressaltar que não pretende deixar o mandato. “Entre março e abril cheguei a cogitar essa possibilidade. Percebi que estava me envolvendo demais com as reivindicações do povo, e que isso estava prejudicando a minha saúde. Mas, agora, depois de toda essa polêmica, percebo o quanto sou querido. Pela manhã, circulei por algumas ruas de Caruaru e fui abordado por muitas pessoas, que disseram estar torcendo pela minha vitória. Não vou desistir. Vou continuar lutando pelo povo na Câmara”, destacou. Além do advogado dele, também participou do debate o analista político Mário Benning.

Ouça a entrevista

 

 

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro