11 de abril de 2012 às 08h02min - Por Mário Flávio

O PHS, um dos partidos nanicos de Caruaru, começou a se reunir e discutir os rumos do partido nessa segunda-feira (9) à noite, na Câmara Municipal, com a presença do presidente da Casa, Lícius Cavalcanti (PCdoB). Em pauta, militante da comissão provisória do PHS na cidade esclareceram questões referentes aos procedimentos necessário para que o 15 pré-candidatos da legenda estejam aptos para disputar eleições. Além disso, na reunião também foi discutida qual grupo o partido fará coligação. E o secretário municipal da comissão provisória, Eraldo Jorge, diz que o partido fica com a Frente Popular, mas garante que o PHS apoia Lícius, caso ele saia candidato a prefeito.

Eraldo, aliás, é secretário de gabinete de Lícius na câmara e era do PCdoB até meados de março de 2011, e sua indicação como secretário da legenda é uma estratégia para aproximar o PHS do partido comunista, caso o partido consiga forças para lançar voo solo na cidade. “De uma forma ou de outra, já entramos em acordo com a Executiva Estadual para apoiar a Frente Popular em qualquer situação, mas também avisamos o diretório estadual que apoiaremos Lícius se ele for candidato, sem conflitos”, explicou o secretário. No entanto, o partido ainda não colocou na agenda um encontro com o prefeito Zé Queiroz (PDT), sobre o apoio à Frente Popular.

Ainda segundo Eraldo,  a nova comissão foi registrada no TRE-PE desde 2011 e houve tempo necessário para organizar problemas pontuais do partido, relacionados principalmente a multas contraídas na presidência anterior da comissão. Está prevista para o dia 28 de abril uma segunda reunião, com presença de representantes da Executiva Estadual, com o intuito de aproximar o partido do plano de governo estadual do PHS.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro