PGR denuncia Sergio Moro por calúnia contra Gilmar Mendes

Lucas Medeiros - 17.04.2023 às 16:25h
(Imagem: Roque de Sá/ Agência Senado)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o senador Sergio Moro (União) por possível calúnia contra o ministro Gilmar Mendes — a quem acusou de vender habeas corpus.

Na sexta-feira (14), um vídeo do senador e ex-juiz da Lava-Jato viralizou nas redes sociais. No trecho, com menos de dez segundos, Moro aparece rindo e fala em “comprar um habeas corpus do (ministro do Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes“.

No trecho, Moro responde: “Não, isso é fiança. Instituto para comprar um habeas corpus do Gilmar Mendes.

Na denúncia, a vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, afirma que Moro cometeu crime de calúnia contra o ministro do STF ao sugerir que o magistrado pratica corrupção passiva.

A PGR pede que Sergio Moro seja condenado e, caso a pena aplicada seja superior a quatro anos de prisão, ele perca o mandato.

Lindora Araújo também pede que seja fixado um valor mínimo para que Gilmar seja indenizado, “considerando os prejuízos sofridos“.