10 de maio de 2012 às 12h56min - Por Mário Flávio

Na próxima terça-feira (15), às 19h, no auditório da Acic, gestores de órgãos públicos e privados estarão reunidos no lançamento da cartilha Sinalização Acessível em Caruaru (SAC) específica sobre o tema acessibilidade. O trabalho é resultado de uma pesquisa criteriosa proposta e coordenada pela doutoranda e professora de Design da UFPE, Marcela Bezerra. “O objetivo do estudo foi pensar na sinalização acessível nos prédios de acesso público da cidade de Caruaru. Para tanto, foram observados prédios de diferentes segmentos e como cada edificação apresentava seus acessos e estruturas internas a partir do uso obrigatório da NBR9050/2004, que é uma norma técnica que tem por base orientar o padrão de cada sinalização disponível”, explica.

A pesquisa também observou a situação da sinalização e design acessível nos ambientes partindo do princípio de que a NBR9050 – que contempla a normatização de acessos e sinalização – passou a ser obrigatória desde o ano de 2004. Ao término da pesquisa, os principais pontos de divergência da norma foram ilustrados em forma de cartilha com o objetivo de instruir a comunidade caruaruense a fim de proporcionar um ambiente seguro e de circulação adequada para todos.

A investigação científica começou em fevereiro de 2010 e terminou em fevereiro de 2011.

E a impressão de 500 volumes da cartilha deverá ser encaminhada a profissionais da construção civil em geral como arquitetos e engenheiros, designers, publicitários e profissionais de vários outros segmentos. “A iniciativa também sugere que empresas de um modo geral dêem início à inserção do design universal como parte integrante de seus ambientes”, ressalta a doutoranda pela UNESP/UFPE, Marcela Bezerra. O projeto foi resultado de um edital cooperado de pesquisa e extensão proposto pela UFPE, apoiado pelas pró-reitorias Proacad e Proext.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro