2 de junho de 2012 às 15h48min - Por Mário Flávio

Apesar da notícia veiculada no começo da tarde deste sábado (02) de que dois trios elétricos, o Rastapé Drilha e o Forró Drilha, estariam proibidos de desfilar neste domingo (03), o presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, José Pereira, garantiu que não houve essa orientação do Ministério Público e que a prefeitura apenas teria recebido uma notificação para ter cautela com a organização dos desfiles de amanhã, a fim de evitar incidentes durante a realização dos eventos.

“O que o Ministério Público enviou foi uma notificação para que tivéssemos cautela com a organização desses trios elétricos, não houve proibição, esses dois trios vão complementar os desfiles das drilhas que estão programadas para este domingo, que são a Nova Drilha e a Gonzagão Drilha”, explicou Pereira, afirmando que não houve alteração no horário dos blocos.

Além disso, ele salientou que os dois blocos não se tratam propriamente de Drilhas, e sim de trios elétricos populares que vão servir de suporte para as festividades que serão realizadas durante o dia em Caruaru. Mais cedo, havia sido divulgado que os dois blocos, organizados pelo empresário João Bertino, não teriam cumprido as exigências do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). O documento foi assinado no dia 31 de maio, durante reunião entre o promotor de Justiça, Frederico Oliveira, e representantes das Drilhas, Policia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Prefeitura e Ministério Público.

NO CONTEXTO

Ministério Público proíbe duas drilhas de desfilarem em Caruaru

Pereira

Crédito: Leonardo Lima


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro