3 de maio de 2014 às 10h50min - Por Mário Flávio

20140503-105136.jpg

O ex-deputado federal Pedro Corrêa começou a trabalhar ontem num hospital de Garanhuns. Um dos condenados pelo esquema do mensalão, ele foi beneficiado para ter direito a trabalhar. Na saída da unidade o ex-deputado falou pouco e disse que só ia conceder entrevista com autorização do ministro Joaquim Barbosa. Para muitos o tom foi de ironia.

“Eu gostaria muito de dar entrevista, mas preciso de autorização do ministro Joaquim Barbosa. Como preso eu não posso falar, posso cometer uma falta grave. Se o ministro Joaquim Barbosa autorizar, estou a disposição da imprensa. Gostaria muito de falar com a imprensa, levam autorização ao ministro Joaquim Barbosa que se ele autorizar, eu falo”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro