16 de novembro de 2016 às 07h06min - Por Mário Flávio

armando_monteiro

Para ser aprovada pelo Senado, a chamada “PEC dos Gastos Públicos” necessita do apoio de pelo menos 49 dos 81 senadores (três quintos). Para tentar conseguir esses votos, o presidente Michel Temer convidou para um jantar nesta quarta-feira (16), no Palácio da Alvorada, todos os senadores da base governista.

Dos três de Pernambuco, dois estão na bancada da oposição – Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro (PTB) – e um na bancada do governo – Fernando Bezerra Coelho (PSB). Este último, porém, não estará presente ao jantar porque se encontra em Marrakech participando da Conferência do Clima promovida pela ONU.

A PEC já foi aprovada pela Câmara Federal mas ainda precisa passar pelo Senado para virar lei.
“Sem a aprovação desta PEC, o país acaba de quebrar. Ou criamos uma nova expectativa para recuperar a economia e, em consequência, gerar emprego para 13 milhões de desempregados, ou a situação ficará insustentável”, disse o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), relator da PEC na Comissão de Constituição e Justiça.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro