25 de janeiro de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

Segue a polêmica envolvendo os jovens da Frente Popular. Dessa vez foi a direção do PCdoB que negou a indicação de um dos membros do partido para fazer parte da entidade. Segundo um dos diretores do PCdoB em Caruaru, Gil Bobinho, a indicação de David Oliveira pelo vereador Edmilson do Salgado para fazer parta da Frente é uma decisão tomada sem o consentimento do partido.

Para ele, a Frente e Edimilson se equivocaram na indicação. “O David é assessor do vereador e a indicação é uma questão pessoal dele e não do PCdoB. A nossa juventude é representada pela UJS e qualquer representante para fazer parte dessa Frente, tem que sair da entidade, isso após a direção do partido deliberar”, disse o comunista.

Por meio das redes sociais os membros da UJS também reclamaram da situação e acusam a Frente Popular Jovem de promover o fogo amigo entre os jovens que fazem parte da base de apoio do prefeito Zé Queiroz (PDT). A FPJ é formada pelos partidos: Com essa adesão a Frente Popular Jovem de Caruaru já chega a marca de dez legendas: PSD, PTB, PR, PT do B, PSB, PDT, PSC, PTN e PRP.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro