15 de fevereiro de 2016 às 08h47min - Por Mário Flávio

Paulo-Câmara-_-foto-aluísio-moreira (1) Após uma semana de férias, o governador Paulo Câmara voltará ao trabalho nesta segunda-feira (15). Ele participou da abertura dos carnavais de Olinda e do Recife, foi ao “Galo da Madrugada” no sábado de Zé Pereira e no domingo viajou a Bezerros para assistir ao desfile dos “Papangus”.

Na segunda passou o cargo para o vice Raul Henry (PMDB) e viajou para lugar incerto e não sabido (pela mídia, obviamente) com a mulher, Ana Luísa, e as duas filhas, para descansar.

Nesta segunda, ao retornar ao trabalho, o governador terá pela frente mais um “abacaxi” para descascar: a ameaça de greve por parte dos agentes penitenciários.

Eles decretaram “estado de greve” no último dia 4, em protesto contra os baixos salários e as más condições de trabalho, e deveriam cruzar os braços a partir deste sábado (13).

No entanto, como o Tribunal de Justiça autorizou o Governo do Estado a substituí-los por PMs durante a visita dos familiares aos detentos, neste domingo, eles desistiram da paralisação. O Governo do Estado promete fazer uma nova rodada de negociação com a categoria no próximo mês de março.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro