28 de setembro de 2013 às 16h55min - Por Mário Flávio

Por Marina, partido diz que muda até o nome

O presidente do nanico PEN (Partido Ecológico Nacional), o ex-deputado estadual Adilson Barroso (SP), afirmou que aceita até mudar o nome da sigla para “Rede” para abrigar a candidatura presidencial de Marina Silva. A ex-senadora tenta montar a Rede para disputar o Planalto, mas, para atingir o objetivo, a legenda precisa obter o registro até 5 de outubro. O partido não conseguiu validar as 492 mil assinaturas exigidas por lei –faltam 52 mil. ”O acordo conosco é o de não falar enquanto não se resolver a situação na Justiça (…). Mas vou oferecer o partido para ela se candidatar, não desisto dela de jeito nenhum”, disse Barroso.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro