28 de novembro de 2013 às 14h40min - Por Mário Flávio

20131128-143414.jpg

Por Ana Rebeca Passos

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Caruaru foi alvo de críticas durante a sessão ordinária dessa terça-feira (26). O vereador Louro do Juá não mediu palavras para criticar o trabalho que vem sendo realizado pela comissão na Casa, a qual ele crê que não tem mais validade, especificamente em relação ao incidente em que Jajá e Romildo Oscar se desentenderam e quase foram às “vias de fato”.

“Ela está totalmente vencida, sem condições nenhuma de funcionar em respeito a nós vereadores. E deveria ter vindo a esta casa, a esta tribuna, aos vereadores mostrar seus relatórios através do relator, mas se silenciou e já vai em 4 meses e 10 dias. Automaticamente esta comissão está no caso da investigação dos dois vereadores, ela está encerrada para os 23 vereadores e o presidente está de acordo. Então não têm mais com o que se preocupar os vereadores Jajá e Romildo Oscar”, disse o edil.

O oposicionista disse ainda não admitir uma comissão sem ação na Câmara e comparou a remédio vencido, que não serve pra nada. “Parece que ainda tem gente que quer investigar, investigar o quê?! Quem é que vai tomar um remédio vencido, senhor presidente? Quem vai comer uma comida vencida? É a Comissão de Ética da Câmara de Caruaru e por isso às vezes fico aperreado porque a gente precisa ter limites pra tudo. Nós não somos vereadores vencidos, somos atuantes”, afirmou Louro do Juá. A foto é de Vladimir Barreto/Ascom Câmara.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro