8 de janeiro de 2018 às 23h37min - Por Mário Flávio

O blog segue com as análises sobre os políticos de Caruaru que vão tentar uma vaga esse ano em algum cargo ou terão papel importante na eleição desse ano. Hoje vamos falar da deputada estadual Laura Gomes (PSB).

A reeleição, liderança do PSB na assembleia, apoio de Zé Wolney Queiroz na disputa; a provável candidatura do próprio Queiroz a Alepe; oposição a Raquel Lyra e apoio na Câmara Municipal; esses seriam os principais desafios da socialista para 2018. Vamos a eles:

Reeleição

O ano para políticos que vão tentar a reeleição não será fácil. O abuso de boa parte da população com a classe política será um empecilho, mas como Laura não tem problemas envolvendo casos no MPPE ou TCE, ajuda muito. No entanto, como a deputada ficou dois anos na suplência, corre contra o tempo para recuperar o que foi perdido. Em entrevista à Globo Fm, em dezembro do ano passado, ela disse que sequer tirou férias desde que reassumiu o mandato, justamente para compensar.

Liderança do PSB

Além de se preocupar com a reeleição e uma dura campanha que terá pela frente, a deputada tem o desafio de liderar a bancada do PSB na Assembleia. Não será fácil, já que o partido tem o maior bloco da Alepe e as ações para defender o governo Paulo Câmara sempre são encabeçadas pela liderança do governo e também do próprio PSB. E a bancada de oposição não tem aliviado para o governador, com críticas contundentes de deputados que são muito bons de oratória e argumentos.

Zé e Wolney

A dobradinha de Laura Gomes com o deputado federal Wolney Queiroz é vista como ideal por aliados de ambos para ter sucesso na eleição. No entanto, como o martelo ainda não foi batido, a base de apoio mais próxima aos Gomes, fala até em a deputada disputar uma vaga para deputada federal. Com isso, não aceitaria a falta de apoio dos Queiroz na disputa que se aproxima. Em breve, com o quadro mais definido, poderemos ter uma noção maior de como será essa relação.

Zé na Alepe

Outro problema visto é a declaração do próprio ex-prefeito Zé Queiroz que hoje é candidato a deputado estadual. Ele disse isso na Globo Fm em dezembro. Caso isso se confirmar mesmo, complica demais a situação de Laura, que terá o eleitorado de Caruaru, principal base, dividido. No entanto, nas últimas semanas o nome de Queiroz ganhou força para compor na majoritária da Frente Popular e isso fortaleceria Laura aqui na cidade e consequentemente uma dobradinha com Wolney. Mas se o ex-prefeito for mesmo disputar ao lado do filho numa dobradinha, Laura pode pedir votos em Caruaru para João Campos, primogênito do ex-governador Eduardo Campos, que deve mesmo tentar uma vaga de deputado federal.

Oposição a Raquel

Sempre com estilo conciliador os Gomes partiram pra cima da prefeita Raquel Lyra e engrossaram o coro da oposição. Um artigo escrito pela própria Laura no fim de 2017 conta com umas das críticas mais duras a tucana. Ela vai ser uma das responsáveis para mostrar como o governo de Pernambuco trouxe intervenções para a cidade e fazer um comparativo com a gestão Raquel Lyra, que conta com mais de um ano de governo.

Câmara Municipal

Na Câmara de Caruaru hoje a deputada só teria o apoio do filho, o vereador Marcelo Gomes. Ela vai tentar mais parlamentares pedindo votos para conseguir uma margem maior que a eleição de 2014. As dificuldades de relacionamento da gestão municipal com a Casa podem ajudar nesse rearranjo de forças, mas tudo dependerá do futuro político de Zé Queiroz e quem a prefeita Raquel Lyra vai apoiar para uma vaga na Assembleia.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro