11 de setembro de 2017 às 22h16min - Por Mário Flávio

silvio

A visita realizada por deputados oposicionistas a Caruaru, no último dia 4, foi levada a debate em Plenário pelo líder da Oposição, deputado Sílvio Costa Filho (PRB), no Grande Expediente desta segunda (11). Segundo ele, os problemas de segurança e de saúde pública no município foram destaque na agenda dos parlamentares.

“Detectamos um conjunto de promessas do governo do PSB para o povo daquele município, que ainda não se concretizaram”, apontou Costa Filho. A bancada visitou o 4º Batalhão da Polícia Militar, que, segundo o líder oposicionista, tem um déficit de mais de 500 policiais e problemas com infraestrutura. “O resultado é uma cidade em que o comércio tem que fechar mais cedo por falta de segurança. Caruaru foi um dos locais onde a criminalidade mais cresceu em Pernambuco, com um aumento de mais de 40% em roubos e furtos, por exemplo”, avaliou.

Na área de saúde pública, o deputado deu destaque à visita ao Hospital Regional do Agreste (HRA). De acordo com ele, o equipamento enfrenta um quadro de “calamidade”. “Vimos atendimento sendo feito em macas e até falta de refeição para funcionários e pacientes. Uma senhora estava lá, há 72 horas, com o fêmur quebrado, mas não havia sido atendida”, citou o parlamentar, anunciando que acionará o Sindicato dos Médicos (Simepe) e o Ministério Público de Pernambuco, em razão da situação da unidade.

Outros dois estabelecimentos de saúde do município que ainda não estão abertos ao público foram visitados pelos oposicionistas: o Hospital da Mulher de Caruaru e o Hospital São Sebastião. “Depois de três anos de atraso na entrega do Hospital da Mulher, vemos que vai acontecer o mesmo que ocorreu no Recife: será colocado em funcionamento apenas no ano eleitoral, com apenas 30% da capacidade”, criticou Costa Filho.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro