6 de fevereiro de 2012 às 09h00min - Por Mário Flávio

Pelo jeito o governo de Pernambuco não tem mesmo oposição. O vexame protagonizado pelo secretário de Esportes de Pernambuco, Isaltino Nascimento, que teve a carteira apreendida por uma blitz da Polícia Militar, foi sequer abordado pela miúda ou quase inexistente oposição de Pernambuco. Tudo bem que as pessoas que erram merecem uma segunda chance, mas devido a gravidade do fato, os deputados oposicionistas fizeram de conta que o assunto não era do interesse deles.

Uma situação a ser investigada diz respeito a denúncia do carro que o secretário estava no momento da blitz, uma Hilux SW4, Segundo a tabela de locadoras de Pernambuco, um carro como este custa 174 mil reais e locado sai por cerca de 14 mil reais por mês. Os blogs de Pernambuco noticiaram que o veículo era locado e na nota oficial, Isaltino não fala sobre a origem do carro. Outra situação foi o motivo do policial não assinar a ocorrência sobre a multa, o que inviabiliza o pagamento da multa.

O governador Eduardo Campos (PSB) decidiu manter o petista no cargo e a oposição calou-se diante do fato. Os deputados se portam de uma maneira acuada e evitam se posicionar sobre um assunto tão sério, como foi o caso de Isaltino Nascimento. Em outras esferas um caso similar teria muita reclamação dos opositores e a chiadeira ajudaria numa posição mais firme para punir o infrator, nesse caso não seria muita coisa, a não ser deixar o cargo. A postura da oposição é lamentável, aliás faz tempo que não existe oposição em Pernambuco.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro