4 de novembro de 2013 às 07h25min - Por Mário Flávio

20131103-092915.jpg

Uma bancada pequena, barulhenta e articulada. Assim podemos definir o grupo de oposição em Caruaru, que conta apenas com seis vereadores. Os vereadores de articulam, usam à Tribuna da Câmara na sequência e abusam de recursos para chamar atenção nas sessões da Casa Jornalista José Carlos Florêncio. O uso de ferramentas de áudio e vídeo vem sido tema de muita polêmica na Casa. Após realizar visitas em locais da cidade, os edis fazem fotografias e levam para iniciar um debate de ideias.

Reportagens com promessas de campanha também são usadas para contestar as ações do governo. Mal o líder do governo apresenta defesa, os opositores já têm a contrapartida no segundo expediente para rebater as informações repassadas pelo vereador Ricardo Liberato (PSC). Fazem parte da oposição os vereadores Val (DEM), Louro do Juá (PS), Eduardo Cantarelli (PS), Jajá (PPS), Neto (PMN) e Evandro Silva (PMDB). Eleito pela oposição, Rozael do Divinópolis deixou o PMN e se filiou ao PROS, com isso, aderiu a base governista.

PEDIDOS DE INFORMAÇÃO – Outra tática usada para fazer uma devassa nas contas do governo que incomoda bastante. O escolhido para fazer esse tipo de pedido é Evandro Silva (PMDB). Ele recebe as informações e após estudo repercute na Tribuna, apresentando dados. A experiência dele na Secretaria Estadual da Fazenda ajuda nas críticas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro