6 de março de 2017 às 11h26min - Por Mário Flávio

Sílvio-Costa-Filho-foto-Giovanni-Costa-Alepe

“Pernambuco já registrou mais de mil homicídios em 65 dias”, diz o líder da oposição, Silvio Costa Filho. De acordo com o político, a marca foi alcançada com os casos registrados no último fim de semana, quando foram contabilizados 49 mortes. “Os dados apontam um crescimento de 40% sobre o mesmo período do ano passado, quando foram cometidos 712 homicídios até o dia 5 de março”, diz Costa Filho.

Desde o início de 2015, a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco não dá trégua ao governo e defende a reformulação do Pacto pela Vida. “As únicas medidas adotadas pelo Governo do Estado foram as trocas do comando da Polícia Militar, do chefe da Polícia Civil e do próprio secretário de Defesa Social, como se essas medidas fossem solucionar o clima de guerra civil vivido hoje nas ruas do Estado”, lembra.

Silvio encaminhou solicitação ao presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, deputado Edilson Silva (Psol), para realização de uma audiência pública para discutir o Pacto pela Vida. A ideia, segundo o parlamentar, é trazer para o debate alguns dos idealizadores do programa, que foi responsável pela redução da criminalidade até 2013. “Nos últimos três anos, foram mais de 40% de crescimento na violência e o Governo do Estado parece paralisado, sem poder de reação, enquanto o clima vivido nas ruas é de guerra civil”, destacou Edilson.

A Oposição cobra melhorias nas condições de trabalho dos agentes de segurança, já que a Lei aprovada no plenário da Assembleia trata exclusivamente de salários e da carreira de policiais e bombeiros militares, deixando de lado o reaparelhamento da força policial, uma das principais reivindicações da categoria. “É preciso que o Governo retome o diálogo com os policiais, reestabeleça uma mesa permanente de negociação”, reforça Joel da Harpa (PTN), vice-líder da Oposição.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro