21 de março de 2013 às 17h25min - Por Mário Flávio

Em 21 de março comemora-se o Dia Internacional contra a Discriminação Racial, em referência ao Massacre de Sharpeville, instituída pela ONU. Onde os (as) negros e negras estavam de forma pacífica protestando contra a lei do passe, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular, mas infelizmente o governo da época usando da ideologia da repressão fez com que o exército atirasse sobre a multidão, matando 69 pessoas e ferindo outras 186.

Sendo assim esta data para o Movimento Negro e para o (a) negro e negra, a sua essência não é uma data festiva, mas sim uma data de reflexão sobre os avanços que estamos tendo nestes últimos anos com políticas públicas voltadas para os negros e negras, as ações afirmativas, a inserção do(a) negro e negra nos diversos seguimentos de poder.
Percebo que Caruaru tem se distanciado desta temática tão importante para a sociedade caruaruense, mas acredito que teremos novos rumos para a população negra da cidade.

Hoje as 16h na Câmara de Vereadores teremos uma reunião interna entre os representantes do Parlamento Jovem de Caruaru e serão pautadas questões relativas à II Edição do Parlamento Jovem de 2013. Anseio que seja incluído a temática, Étnico-Raciais, no edital, já que na I Edição do Parlamento Jovem não foi contemplada esta temática, não somente esta, mas também a temática referente às mulheres.

Enfim, esperamos que um dia possamos viver numa sociedade que respeite as diferenças, pois todos nós somos diferentes um do outro.

*Walker Oliveira, negro, graduando do curso de Pedagogia e integrante do Grupo de Estudo Africanidades e Estudos Pós-Coloniais Latino Americanos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro