26 de janeiro de 2012 às 18h00min - Por Mário Flávio

Apesar da sentença favorável do juiz Dorgival Soares de Souza ao mandado de segurança de Reginaldo França para validar a eleição do diretório municipal realizada em 20 de novembro de 2009, o PMDB deve permanecer com Adjar Soares. É que o Diretório Estadual do partido pode não cumprir a decisão judicial, uma vez que a mesma “perdeu o efeito do objeto”, como se diz na linguagem jurídica.

Os advogados do partido observam que a decisão do magistrado, de acordo com o pedido de Reginaldo França, é para validar a presidência para o período de 2009/2011, tendo perdido seu efeitoOu seja, já teria caducado e válida apenas até o ano passado .Com isso o empresário Adjar Soares, deverá continuar no comando do partido, que também deverá seguindo a linha que apoiará Miriam Lacerda para prefeita nas eleições deste ano.

A atual comissão provisória designada pelo diretório estadual, que tem Adjar Soares no comando,  é válida até 13/03/2012 e será prorrogada pelo Diretório Estadual.Nos bastidores politicos de  Caruaru, comenta-se que essa insistencia  em ter o comando do PMDB , seria uma das maneiras que Reginaldo França, teria encontrado para convencer o prefeito José Queiroz a nomeá-lo  Assessor Especial, fato que aconteceu um dia após Reginaldo França ter sído anunciado como novo membro da equipe de José Queiroz. Agora, com a decisão da Justiça praticamente impedida de ser cumprida devido aos prazos, todos querem saber se Reginaldo continuará nomeado. Até porque na base aliada do prefeito, os mais próximos ainda não engoliram a nomeação de França.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro