12 de dezembro de 2012 às 10h25min - Por Mário Flávio

Nestes últimos dias, muito tem se comentado acerca da proposta de reajuste dos vencimentos do Chefe do Executivo Municipal e demais integrantes do primeiro escalão, bem como dos representantes do legislativo.

Deixo, de logo, esclarecido que não tenho qualquer procuração para defesa dos interesses dos envolvidos. Ao contrário, quero manifestar minha total discordância com o argumento adotado pelo atual presidente da Câmara, vereador Licius Cavalcanti, que usou como justificativa para o aumento, o fato de que uma boa remuneração seria a garantia de um mandato imune a desvios de conduta.

Ora, como explica o nobre vereador a situação vexatória do nosso Congresso Nacional?

Entretanto, é preciso que façamos, com isenção de ânimos, uma reflexão sobre o que seria justo como remuneração para aquele que assume um cargo com o nível de responsabilidade tal qual o de prefeito de uma cidade com mais de 300.000 habitantes e com orçamento anual que se aproxima à astronômica cifra de R$1.000.000.000,00.

Não vou fazer qualquer comentário, mas apenas listar abaixo as remunerações médias de alguns cargos e funções públicas, para que cada um possa refletir se o salário do chefe do executivo de nossa cidade é ou não condizente com dimensão de suas responsabilidades.

Segue a lista de salários

Auditor Fiscal Federal (de R$13.600,00 a R$19.541,00)

Salário de escrivão de polícia federal (de R$7.514,33 a R$11.879,09)

Perito Criminal Federal (de R$13.368,00 a R$19.699,00)

Auditor Fiscal do Trabalho (de R$13.600,00 a R$19.541,00)

Delegado de Polícia Federal (de R$13.368,00 a R$19.699,00)

Advogado da União (de R$14.970,00 a R$19.451,00)

Juiz Substituto no TJPE R$17.581,00

Fonte: http://sosconcurseiro.jcconcursos.uol.com.br/ler-noticia/179/os-dez-concursos-mais-cobicados-de-2012

*Evandro França é advogado


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro