12 de dezembro de 2011 às 15h30min - Por Mário Flávio

Recentemente, vi alguns posts engraçados sobre a política caruaruense, vi ainda o clip “da mesa” publicado em vários blogs de política de Pernambuco, vi também o burburinho dos aliados do governo, assessores e bajuladores do prefeito. Ora, alguém quis criticar a postura dos políticos locais com humor, afinal, realmente houve a compra da mesa de R$ 78.000,00 (setenta e oito mil reais), bem como foram publicados fatos engraçados atribuídos ao Chefe do Executivo Municipal! Aos meros administrados, só nos resta rir de tudo isso mesmo… 
Dilma constantemente é representada em charges de jornais de grande circulação no país, nos telejornais e revistas. A Presidenta ainda tem um personagem permanente no quadro Metrô do Zorra Total, que vai ao ar semanalmente na Rede Globo. Além disso, outros políticos também são alvo da crítica, bem como do humor… Seja artista ou político quem quiser, já que está na dança, aprenda a dançar conforme a música… Penso como Jô Soares, que em entrevista concedida à Revista Época em 21/10/2011, confessou estar cansado da patrulha da correção política e da censura ao humor. Ontem, Jô, no programa Rodaviva, fez a defesa do humor sem limites.

Penso que a Democracia deve ser ampla, não estamos no tempo da ditadura, nem tão pouco vivemos num país como Cuba, que na época de Fidel, presenciou a tortura e a matança de quem quer que ousasse falar mal do Presidente. Sinceramente, gostaria que os aliados do governo se preocupassem mais em apurar as críticas e procurassem corrigí-las, ao invés de perderem tempo procurando calar a insatisfação popular. A população está apenas fiscalizando os recursos públicos gastos. A vida deles é viver ameaçando quem quer que seja para ser penalizado. O que é isso afinal? Queiroz é melhor que Dilma? Não. Portanto, vamos nos preocupar com questões mais importantes!

Anderson Correia é Jornalista, Pós Graduando em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais pela Estácio Recife e Torcedor do Sport Club do Recife.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro