5 de julho de 2018 às 11h56min - Por Mário Flávio

Antes de viajar para os EUA a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, apresentou em coletiva de imprensa o balanço do São João 2018. Vários acertos podem ser colocados com os dados mostrados pela gestão e podem ser mantidos para o ano que vem, ou até mesmo melhorados.

O primeiro foi a decisão da prefeita, em parceria com secretários e Câmara de Vereadores, em manter a abertura do São João para o dia pré-agendado, mesmo com a crise provocada pela greve dos caminhoneiros. Ponto positivo. Outro foi a captação de recursos junto à iniciativa privada. Os números mostram que iniciativas como essa podem ser repetidas. Foram mais de R$ 10 milhões juntos a patrocinadores, Lei Rouanet e o poder público.

Essa verba permitiu pagar quase toda a festa e garantiu que os cachês da maioria fossem pagos para evitar reclamações dos artistas. Os polos da zona rural também são ações que deram certo, permitindo que os moradores de localidades distantes do principal Polo da Festa, assistam a shows de artistas regionais e nacionais.

Outro acerto foi o apoio da gestão as festas de bairros, como as das comidas gigantes. Foram gerados mais de 6 mil empregos diretos e indiretos e injetados cerca de R$ 200 milhões na economia. Na estação ferroviária, Casa do Forró e nos bairros, as origens e tradições juninas como o concurso de quadrilhas e a cidade cenográfica, que contou ainda com um Polo infantil.

Todos esses mecanismos trouxeram de volta a nostalgia e levaram os turistas a lotarem o espaço nos dias de festa, com o ápice no cortejo junino.Os espaços ocupados pelos artistas que tocam o autêntico Forró também devem ser comemorados como focos da resistência da cultura popular.

As ações integradas das secretarias, policias civil e militar também deram certo e tivemos uma das festas mais seguras dos últimos anos. O anúncio dos dias da festa do ano que vem e algumas atrações de forma antecipada pela prefeita, além de um seminário para discutir a festa em Agosto é outro acerto.

Outro ponto para ser destacado é o Alto do Moura, que ficou mais organizado e com uma melhor estrutura para os turistas. No entanto, algumas questões merecem ser representadas para o ano de 2019. A começar pela decoração da cidade, que deixou muito a desejar. Talvez a falta de recursos tenham impedido um maior investimento. Mas o fato é que precisa ser melhorado.

A distribuição da grade também mostrou certo desequilíbrio. Com três atrações de peso no mesmo dia e alguns dias com a distribuição mal feita, com bandas apelativas, atrações regionais e sertanejo, alguns desconhecidos do público. O horário do fim dos shows também é algo precisa ser repensado. Mesmo com o Termo de Ajustamento de Conduta, a gestão precisa dialogar com Ministério Público e Polícias Civil e Militar para que a festa possa ser estendida.

Com isso, todos sairiam ganhando. A relação com o governo de Pernambuco também deve ser revista. Sem apontar quem é o culpado, mas se Paulo Câmara for reeleito, comunicação por ofício deve ser evitada, quem perde com isso é o São João e não é bom para ambos. Mas no fim, tivemos uma grande festa e Caruaru provou que faz o Maior e Melhor São João do Mundo.

Números

Foram 22 polos, com 510 apresentações – música, dança, teatro, poesia, artesanato, artes plásticas, cinema, cultura popular; foram 394 artistas/grupos de Caruaru (77%); 370 artistas/grupos contratados pelo edital (72%).

Atrações de 2019A prefeita Raquel Lyra anunciou cinco atrações do São João de 2019: Fulô de Mandacaru, Elba Ramalho, Gustavo Mioto, Dj Alok e Léo Santana, bem como a ampliação do São João na Roça de dez para 14 polos. Além disso, a data dos festejos já foi divulgada: de 1º a 30 de junho.

Fora do páreo O prefeito interino Rodrigo Pinheiro assumiu a gestão após a viagem de Raquel Lyra para os EUA. Com a decisão, devido a Lei Eleitoral, ele não pode disputar a eleição para deputado. Restam agora o presidente da Câmara, Lula Tôrres, o ex-vereador Diogo Cantarelli e o marido da prefeita, Fernando Lucena. Os três aguardam o sinal positivo para ser apoiado pelos Lyra e buscar uma vaga na Alepe.

Apoio garantido

O deputado federal do grupo Lyra já tem nome certo. Trata-se de Bruno Araújo, que vai disputar a reeleição. Ele foi ministro das Cidades e veio por várias vezes a Caruaru para anunciar ações do governo federal na cidade e região. Bruno espera ter pelo menos 15 mil votos em Caruaru.

Câmara segue funcionandoA Câmara iniciou o processo de recesso parlamentar na última sexta-feira (29). Durante este período, os trabalhos dos parlamentares e os serviços administrativos da Casa continuam normalmente, sendo suspensa apenas as sessões ordinárias. O Sistema de Apoio ao Poder Legislativo – SAPL, continua normalmente, facilitando a rotina dos processos que acontecem dentro da Casa Legislativa, tornando a Câmara de Vereadores mais sustentável e transparente. As sessões ordinárias voltarão ao normal no dia 1 de agosto.

Compesa inicia testes
A Compesa começou hoje (5), a fase de testes com água, no Sistema Adutor do Moxotó. O empreendimento será a primeira ligação do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco com a região Agreste. A previsão é que no final deste mês, seja iniciada a pré-operação da adutora, com 70 quilômetros de extensão, da captação da água da Transposição na Barragem do Moxotó, localizada no distrito de Rio da Barra, em Sertânia, até a Estação de Tratamento de Água (ETA), no município de Arcoverde. A expectativa da Companhia é  chegar com a água do Rio São Francisco até Arcoverde, até o final de julho, e já começar a testar o trecho até Tacaimbó, pela Adutora do Agreste.

Inauguração em Garanhuns

O governador Paulo Câmara inaugura nesta quinta-feira (05.07), na cidade de Garanhuns, no Agreste Meridional, a Escola Técnica Estadual (ETE) Ariano Vilar Suassuna. Com investimentos da ordem de R$ 10 milhões, a mais nova unidade da ETE no Estado, beneficiará 1.300 estudantes do município e da região. A estrutura é composta por seis blocos interligados por passarelas cobertas, que abrigam salas, laboratórios, biblioteca, quadra poliesportiva, dentre outros espaços.

PP quer espaço O número de deputados do PP pode pesar para a escolha do novo indicado para presidente da Assembleia. São 14 parlamentares e nos bastidores os integrantes do partido afirmam que querem à presidência. Mas existe resistência pelo fato do PP ser um dos mais beneficiados no governo Paulo Câmara.

Collins por enquanto

O Pastor Cleiton Collins vai ficar na presidência da Assembleia até a nova eleição. Ele é o 1º vice-presidente e assume de forma interina a vaga deixada por Guilherme Uchoa, que morreu aos 71 anos, vítima de infarto.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro