6 de janeiro de 2012 às 14h45min - Por Mário Flávio

Caruaru é a potência econômica do Agreste pernambucano. Mas os prefeitos tentam passar a ideia de que esse crescimento é obra e graça deles. Contudo, vale ressaltar que Caruaru é o que é, pela força de trabalho de nosso povo e pela capacidade empreendedora dos nossos empresários. Um exemplo disso é o empresário Ivan Nunes que, em um conjunto habitacional, já construiu mais casas e já calçou mais ruas do que o governo Zé Queiroz fez em toda a cidade. A indústria Alnor, que será inaugurada em breve, também foi trazida pelo empresário Ivan Nunes, que vendeu a Vitalino, que era de sua propriedade, para os donos da Alnor. Portanto, não foi obra de prefeito. Aliás, nenhuma nova indústria foi inaugurada neste governo, em Caruaru.

Vivemos em Caruaru um mundo de fantasias. Em 3 anos nenhuma nova escola foi inaugurada, até agora (na televisão só se mostra em obras). Nenhum novo posto de saúde, nenhuma nova avenida ou rua importante para desafogar o caótico trânsito foram construídos. Compare: enquanto em 3 anos o prefeito de Petrolina fez 50 creches, o prefeito de Caruaru fez apenas 4 creches. Lá, estão em construção 5 postos de saúde. E aqui?

O governo Zé Queiroz vive de propagandas. Já se gastou mais com propaganda para divulgar o parque “ecológico” do que com a construção do mesmo. Até o tão propalado recapeamento asfáltico, que é um convênio da prefeitura de Caruaru com o Governo Federal, anda a passos de tartaruga. O convênio foi firmado em 2009 para a liberação de R$ 17.723.671,88 e não R$ 27 milhões como diz o prefeito e seu filho. O fim do convênio será no dia 1º de fevereiro e até agora só R$ 7.442.169,82 foram liberados. Duvida? dê uma olhada no Portal da Transparência do próprio Governo Federal. Só pra lembrar, outras cidades menores já estão totalmente asfaltadas, como Garanhuns, Surubim, Gravatá, Arcoverde, etc. O asfalto é um projeto Federal.

É um governo sem força política o do senhor Zé Queiroz. É um governo fraco. Ele diz que é amigo de Dilma e de Eduardo, mas na realidade está perdendo em liberação de verbas para outros municípios menores do Nordeste. Veja a tabela abaixo e tire suas conclusões. Caruaru recebeu do Governo Federal, em 2011,         R$ 610,00 por habitante. Já Imperatriz do Maranhão, cidade menor, recebeu R$ 869,00 por habitante. Onde está a parceria que Zé Queiroz tanto decantou na campanha que o elegeu?


 Estamos vivendo numa encruzilhada política em que só dois lados se revezam no poder e, o que é pior, com o mesmo modelo administrativo. No governo do ex-prefeito Tony Gel e a esposa dele, as verbas recebidas eram ainda menores. Aí, pela incompetência em buscar verbas, ele criou a Taxa de Iluminação Pública, aumentando a carga tributária nas costas do povo. Do outro lado, o atual prefeito criou a Zona Azul mais cara do Nordeste ($ 3,00 por duas horas) e com o voto favorável, na Câmara, do então vereador Tony Gel que, junto com Queiroz, ajuda a tirar dos caruaruenses o que deveriam tirar dos governos Estadual e Federal.

Como se não bastasse, antes de ser vereador, o ex-prefeito saiu da prefeitura sem terminar o mandato, deixando rombos financeiros, prejudicando o desenvolvimento da cidade. Agora surge a notícia da falta de documentos que comprovem a prestação de contas de mais de R$ 14 milhões recebidos do governo Federal em que o ex-prefeito está botando a culpa, pelo sumiço da papelada, na cheia do rio Ipojuca de 2004. Isso mostra o quanto foi zeloso com a administração das coisas do povo. Com tantos rombos financeiros e tantos desmandos administrativos, ele teve que abandonar o povo e a cidade, encontrando um “assumidor”, que assumiu os desmandos, mas isso não impediu que Tony Gel tivesse que requerer dois habeas corpus ao Tribunal de Justiça de Pernambuco, por problemas administrativos, que o levaram a responder duas ações na Justiça criminal.

Uma cidade onde as necessidades se avolumam como em Caruaru, deve ter em seus administradores o espírito de grandeza que a cidade e o povo exigem. Não dá mais para esperar sempre pelo último ano de governo, para que os prefeitos façam alguma coisa. É preciso fazer todos os dias, para acompanhar as demandas da população. Que 2012 seja um ano de acertos e de mudanças, para que Caruaru recupere a força que sempre teve.  CHEGA DE ATRASO, MENTIRAS, IMPOSTOS E FALTA DE OBRAS.  Caruaru quer mais!

Rivaldo Soares é membro do diretório estadual do PMDB em Pernambuco


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro