20 de dezembro de 2012 às 08h25min - Por Mário Flávio

Um dos guardas municipais da Destra em Caruaru decidiu sair em defesa de seus colegas de trabalho que aparecem em um vídeo que mostraria uma suposta agressão a um cidadão. O agente Telmo Júnior comentou em seu perfil público no Facebook que não houve agressão por parte dos guardas e que o rapaz que aparece na filmagem teria sido imobilizado por resistir à voz de prisão, que teria sido dada porque ele teria ofendido os agentes.

No contexto

Em vídeo, guardas municipais agridem cidadão em Caruaru

É preciso ressaltar, no entanto, que a Destra não se pronunciou sobre detalhes do ocorrido, ou sobre hipóteses sobre a ocorrência. Na verdade, ainda no final da manhã da quarta-feira (19), a assessoria de imprensa da autarquia informou que foi expedido ofício da presidência para a Corregedoria do Município com a solicitação dos relatórios dos plantões da Guarda Municipal com registro ou não da ocorrência e ficou estabelecida a abertura imediata de sindicância ou processo administrativo disciplinar. Com os fatos devidamente apurados, a Destra comunicou que se responsabilizará por divulgar o resultado a opinião pública.

O comentário segue abaixo, na íntegra

A verdade nua e crua sobre a ocorrência com a Guarda Municipal

É muito fácil chegar aqui e dizer que os guardas estão errados e que agrediram um “CIDADÃO”.

1º Um cidadão de verdade deve saber respeitar as autoridades, sejam elas municipais, estaduais ou federais.

2º Que fique bem claro que foi dada voz de prisão devido o individuo ter xingado os guardas e não pelas fotos tiradas, pois isso qualquer cidadão pode e tem o direito de fazer.

3º Ponham-se no lugar de um agente de segurança e me digam: se vocês dessem voz de prisão por desacato a alguém e esse alguém simplesmente diz que não tem quem leve-o preso, você vira as costas e vai embora desmoralizado perante toda sociedade? É claro que NÃO, você irá usar de todo seu preparo para conduzir o indivíduo, porém começando sempre com o diálogo e, em caso de resistência, que foi o que aconteceu, então usa-se da força necessária para contê-lo.

4º Existe uma enorme diferença entre AGRESSÃO e IMOBILIZAÇÃO, no vídeo podemos observar que os guardas seguram o braço do indivíduo para imobilizá-lo e em momento nenhum se vê algum tapa, soco ou pontapé. Infelizmente o sensacionalismo da mídia local distorce toda uma história de modo até fazer um herói virar vilão e um vilão virar herói. Tenho certeza que a população caruaruense é instruída o suficiente para não se deixar levar por falsar noticias ou ate mesmo por notícias manipuladas para gerar audiência onde o foco sempre é o lucro e não a verdade. FICA AÍ A REFLEXÃO. ABRAÇOS A TODOS.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro