18 de abril de 2012 às 16h44min - Por Mário Flávio

Segundo analistas, abstenção é o ato de se negar ou se eximir de fazer opções políticas. Pois bem, foi votado e aprovado na última Sessão Ordinária dos Vereadores, o Projeto que visa à criação do Parlamento Jovem de Caruaru. Uma forma de aproximar a juventude do processo político da nossa terra.

E para a surpresa (ou não) de muitos presentes, foi notada a tentativa de boicote da aprovação deste Projeto, pelo Vereador José Aílton do Nascimento (leia-se o único vereador do partido do Prefeito Zé Queiroz na Câmara), chegando a ter a capacidade irracional de momentos antes da votação, pedir “ajuda” do Vereador Leonardo Chaves (PSD), que respondeu firme: “Você quer se queimar?”. Acabou sendo o único que se absteve.

Qual o motivo, argumento ou afirmação que poderia levar a “recusa” deste Projeto de Resolução?, algo que engloba todos os setores da sociedade civil e governo do municipal, algo que traz o debate político para a juventude caruaruense e que a democracia só agradece…

José Aílton do Nascimento é aquele Vereador que afirmou, lá nos primórdios, que se votasse novamente no atual Prefeito de Caruaru, “cortaria os pulsos”, acabou sendo líder do governo no primeiro biênio. Espelho de vários exemplos pequenos de como se executa o maquiavelismo.

Chegou a ter a neurose de sonhar que poderia ser Presidente da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, neste biênio, além de não ter articulação para tal sonho, foi escanteado pelo Executivo nesse ilusório projeto, e olhe que era até então o “Líder”. Acabaram o “encaixando” como 3º secretário na chapa governista do candidato a presidente Adolfo José, pasmem, nem ele próprio (decepcionado pelo boicote) votou em seu nome para a tal vaga, sendo obviamente perdedor.

Quer conhecer “in loco” toda essa dramaturgia de camarote? Acompanhe as reuniões na Câmara Municipal de Caruaru, todas as terças e quintas-feiras. E não se preocupe, serão muitos “pobremas”, “pru´mode” e “nóis vamu” que serão distribuídos da Tribuna, quando o único vereador PDTista ocupar a mesma. O nível e a mentalidade da Câmara avança e José Aílton do Nascimento fica preso e refém do passado.

A única tristeza nossa, é a certeza de saber que não poderemos votar em Zé Aílton para Vereador da cidade de Sucupira, ilha da fantasia comandada pelo célebre Odorico Paraguaçu, onde sem dúvida, seria líder emérito do seu governo, até que viesse a cortar os pulsos.

Gustavo Trajano é membro da Frente Jovem de Oposição de Caruaru


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro