1 de março de 2013 às 16h25min - Por Mário Flávio

Operaçãp Lei Seca

Tem sido cada vez mais frequente a presença da fiscalização da Operação Lei Seca em municípios que fazem parte da V GERES – Gerência Regional de Saúde, sediada em Garanhuns. No último final de semana, a Operação Lei Seca esteve em Garanhuns, onde tem atuado com mais frequência, e Lajedo, a 33 km da Cidade das Flores. No total, quase 150 automóveis foram abordados, e a mesma quantidade de motocicletas. Em Garanhuns, apenas seis carros foram rebocados, enquanto que em Lajedo este número chegou a 13. Estes números se invertem quando se mostram os dados de carteiras recolhidas. Foram nove em Garanhuns, enquanto que em Lajedo foram duas.

“Através de ações educativas, procuramos mostrar aos condutores de veículos, a importância de estar bem para estar no trânsito. Estas ações têm promovido a conscientização da população, porém, infelizmente, tem pessoas que só aprendem quando são fiscalizadas e punidas, com multas, apreensões de habilitações e veículos, e até quando se vêem nas delegacias. Este trabalho coercitivo tem sido feito exemplarmente pela Polícia Militar e demais órgãos fiscalizadores, como a Polícia Rodoviária em nossas rodovias. Contamos com todos em nosso Comitê Regional de Prevenção a Acidentes de Moto, onde podemos avaliar e interagir” – analisou a gestora da V GERES, Dra. Ricarda Samara.

Foram realizados 340 testes de alcoolemia, com quatro testes dando positivo, três em Garanhuns e um em Lajedo, que teve apenas 10% dos testes realizados. Em 295 condutores abordados, 99 deles saíram da operação multados. Em ambos os municípios, a população acompanha o trabalho da Operação Lei Seca, sendo que em Lajedo, muitas pessoas ficaram assistindo durante todo o trabalho. Isto é bom porque repercute entre os moradores do município, estimulando a responsabilidade dos condutores, que acarreta na diminuição de acidentes. “A Operação Lei Seca será intensificada ainda mais, e estaremos em diversos municípios. A intenção da Secretaria de Saúde e do Governo do Estado é diminuir os acidentes, retirando esses condutores do trânsito. Com isto, investimos nas vidas das pessoas antes que elas cheguem aos nossos cuidados nos diversos hospitais do estado”, inalizou Dra. Samara.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro