17 de agosto de 2017 às 10h32min - Por Mário Flávio

08.16-MEIO-AMBIENTE-JB-208

A Comissão de Meio Ambiente recebeu, nesta quarta (16), representantes da organização não governamental (ONG) SOS Rio Ipojuca, entidade que visa colaborar com o Poder Público na promoção de projetos e de ações de recuperação deste curso d’água. Os membros da instituição, sediada em Caruaru, no Agreste, apresentaram o trabalho que desenvolvem, buscando articular parcerias em benefício do meio ambiente e da população.

“Nossa ação vai além de apresentar os problemas que envolvem o rio. Trabalhamos para indicar possíveis soluções, de forma que, unidos com os setores oficiais, consigamos chegar ao objetivo de renaturalizar o Ipojuca”, informou o presidente da ONG, Henrique Andrade. O profissional reforçou a importância do manancial, que é o segundo maior de Pernambuco, cortando 24 municípios. “É também, no entanto, o terceiro mais poluído do Brasil”, lamentou.

Andrade explicou que a estratégia da organização é atuar com objetivos pontuais e exequíveis. Atualmente, a entidade trabalha na formulação de um projeto de recomposição de um trecho da mata ciliar do rio, em Caruaru. O ambientalista e membro da organização, Severino Montenegro, acrescentou que a visita à Alepe teve o objetivo de reunir esforços para as ações de recuperação do curso d’água.

Autora do convite às instituições, a deputada Laura Gomes (PSB) propôs o fortalecimento do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca, que possui estudos avançados na questão e já vem militando na área. “Com a união de entidades civis e dos órgãos oficiais podemos trabalhar melhor na recuperação dos nossos rios. Salvando os cursos d’água, a gente salva gerações”, afirmou. “O Rio Ipojuca está agonizante, mas temos esperança de recuperá-lo”, acrescentou o deputado Tony Gel (PMDB).

Presidente do colegiado, o deputado Zé Maurício (PP) sugeriu os primeiros encaminhamentos do encontro. “Vamos acionar a Frente Parlamentar em Defesa dos Rios, instituída na Assembleia, para fazermos uma visita ao Rio Ipojuca e verificar a situação”, propôs. Além disso, o parlamentar planeja promover uma audiência pública, em Caruaru, para que a Compesa possa apresentar mais detalhadamente a situação dos programas ambientais em andamento no Estado.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro