13 de junho de 2012 às 08h16min - Por Mário Flávio

O modelo de crescimento sustentável adotado pelo Governo do Estado foi aprovado pelo “scanner” da World Watch Institute (WWI). Foram as boas práticas desenvolvidas por Pernambuco que levaram a ONG norte-americana a fazer o lançamento do relatório anual “O Estado do Mundo – Edição 2012” no Palácio do Campo das Princesas. A solenidade aconteceu nesta terça-feira (12) e contou com a presença do governador Eduardo Campos e dos diretores da WWI, Michael Renner e Eduardo Athayde

A publicação, produzida em parceria com a Universidade Livre da Mata Atlântica (UMA), reúne em 291 páginas análises, pesquisas e estatísticas sobre os impactos que as mudanças climáticas têm provocado no planeta. Com os dados coletados, a ONG vai dar subsídios para que empresas, governantes e a sociedade civil possam aderir novos hábitos que assegurem qualidade de vida e um planeta mais sustentável para as futuras gerações.

Na edição deste ano, o foco do relatório são os “Green Jobs”, que em português significa “Trabalhos Verdes”. Coube ao diretor de projetos da WWI, Michael Renner, apresentar a “fotografia” dos impactos no mundo. Renner também explicou quais as medidas que devem ser adotadas para fazer a economia verde funcionar. Ele defendeu o investimento em quatro áreas: energia renovável, transporte público, construção civil e reciclagem.

Eduardo Campos foi o primeiro governador brasileiro a escrever o prefácio do relatório, que é publicado há 28 anos consecutivos em quase 30 idiomas. A escolha foi justificada por Athayde. “Fizemos questão de lançar o relatório com o único governador sustentável do Nordeste e do Brasil”, explicou Eduardo Athayde. Ele afirmou ainda que indicará a inclusão do Porto de Suape no Guinness Book pelos nove mil hectares de área protegida.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro