7 de dezembro de 2017 às 21h14min - Por Mário Flávio

TCE

De acordo com o relatório apresentando pelo Tribunal de Contas do Estado na tarde desta quinta-feira (7) algumas obras que estão atrasadas ou não foram entregues iriam melhorar de forma considerável a segurança e saúde em Caruaru.

Segundo o TCE, uma das principais é a construção do Hospital da Mulher. A obra passou meses parada e de acordo com o governo de Pernambuco, foi retomada em junho desse ano, com expectativa para ser entregue em 2018. Outra importante obra em atraso é a construção do complexo de polícia científica. No local, vários serviços serão prestados à população e um novo IML será construído.

Segundo o TCE, erros nos projetos executivos e indisponiblidade de recursos acarretaram atraso de pagamentos e distrato da obra. Licitação de R$ 272 mil está em andamento para elaboração de projetos executivos para remanescente de obra e elaboração de inventário.

Ainda na segurança, não foi entregue a reforma do prédio da delegacia do Salgado. Obras em rodovias também não foram entregues no prazo, entre elas a na BR-104

A reforma e recuperação da Adagro também se arrasta.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro