14 de março de 2017 às 07h06min - Por Mário Flávio

Ronnie-Duarte-foto-Mariana-Santos

Representantes da OAB de todos os estados do Brasil vão se reunir em Brasília, nesta terça-feira (14), na sede nacional da entidade, para apresentar uma contraproposta à reforma da Previdência que foi enviada ao Congresso pelo presidente Michel Temer.

No encontro, que terá início às 14h, será debatida uma pauta, elaborada por especialistas em Direito Previdenciário, de maneira que afete menos a parcela da população mais necessitada. O presidente da OAB-PE, Ronnie Duarte, estará presente.

A campanha da OAB por mudanças no projeto do governo envolverá também outdoors, que serão fixados em várias capitais, entre elas o Recife.

“Entendemos que a Previdência Social brasileira precisa de alguns ajustes, mas não nos moldes defendidos pelo governo federal até agora. Como ela está sendo colocada é indefensável”, afirma Almir Reis, diretor do Instituto dos Advogados Previdenciários (IAPE) e sócio do escritório Reis & Pacheco.

A OAB é mais uma instituição a negar apoio à reforma previdenciária, tal qual foi proposta pelo governo, donde se conclui que sua aprovação está cada dia mais difícil.

Por sua vez, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco vai lançar nesta terça-feira o “Aposentômetro”, mecanismo através do qual os trabalhadores poderão calcular quanto tempo falta para se aposentarem pela regra atual e também pela nova regra proposta ao Congresso pelo presidente da República.

O “Aposentômetro”, desenvolvido pela CUT, em parceria com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), estará disponível das 8h às 18h na área externa do Sindicato, localizado na Avenida Manoel Borba, número 564, no centro do Recife.

A reforma da Previdência sugerida pelo governo propõe aumentar a idade mínima de contribuição para 65 anos, tanto para homens quanto para mulheres, do campo e da cidade, assim como aumentar o tempo de contribuição de 15 para 25 anos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro