21 de fevereiro de 2014 às 21h13min - Por Mário Flávio

Um milhão de reais por ano, esse é o valor arrecadado com a compra das carteiras de estudantes na cidade de Caruaru. Talvez esse seja o motivo de uma briga que vem sendo travada entre líderes estudantis. De um lado a atual diretoria da Uesc, amparada pela UESPE e do outro os membros da UBES e UNE. A Lei 12.933/2013, de 27 de dezembro de 2013, que criou o Estatuto da Juventude é a principal causa da polêmica. De acordo com o § 2o da Lei, apenas alguns tipos de carteiras poderão ser emitidas, são elas: Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano.

O problema é que de acordo com a Lei a carteira deve ser padronizada. “…conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste, podendo a carteira de identificação estudantil ter 50% ( cinqüenta por cento) de características locais. “. Segundo a UBES, a União dos Estudantes Secundaristas faz uma carteira paralela que não terá validade no futuro e alerta pais e alunos para não pagar por uma carteira que não terá utilidade. As entidades locais negam e garantem que têm direito a emitir o documento que garante aos estudantes benefícios conquistados após anos de muita luta.

Nas escolas públicas e particulares as duas representações correm contra o tempo para garantir a venda do maior número de carteiras possível, gerando uma confusão na cabeça de alunos, pais e professores. Panfletos são distribuídos e representantes de entidades históricas vivem falando mal uns dos outros, numa discussão rasteira, manchando o nome de organizações sérias, que sempre primaram pelo melhor para os estudantes.

Caso não haja um acordo a questão pode ir parar na justiça e gerar problemas para estudantes, já que cinemas, casas de shows e empresas de ônibus podem rejeitar algum tipo de carteira, o que vai causar uma baita dor de cabeça para os alunos, muitos que dependem da carteira para pagar a passagem de ônibus, por exemplo. Esperamos que a situação seja resolvida, a prioridade deve ser o estudante e não interesses pessoais ou econômicos. A conferir.

PALESTRA – A Câmara Municipal de Caruaru promoveu, nesta sexta-feira (21), uma palestra sobre a aposentadoria de pessoas com deficiência. A palestra, franqueada ao público, foi solicitada pela ex-vereadora em exercício Rosimery da Apodec (DEM), que é cadeirante e presidente da Associação de Pessoas com Deficiência de Caruaru – Apodec. “A lei ainda é desconhecida pela população caruaruense, em especial as pessoas com deficiência, e é um assunto de relevância para esse público”, ressaltou Rosimery.

PRESTÍGIO – Participaram da reunião os vereadores Nino do Rap (DEM), Tenente Tibúrcio (PMN), Jaelcio Tenório (PRTB), Rodrigues da Ceaca (PRTB), Duda do Vassoural (DEM) e o presidente Leonardo Chaves (PSD), que compôs a mesa dos trabalhos, ao lado de Rosimery da Apodec, Rolnei Tosi, gerente executivo do INSS em Caruaru, Eva Monteiro, chefe de atendimento da gerência executiva do instituto no município, e Eunice Albuquerque, da Secretaria Municipal de Ação Social.

PT – O PT realiza encontro regional neste sábado em Caruaru. Em pauta a situação política do estado e a atual conjuntura que envolve a reeleição da presidenta Dilma. A situação de ficar ou não no governo Zé Queiroz ainda não será discutida nesse encontro. No entanto, o presidente do partido já entregou ofício aos secretários que são do partido solicitando a lista com os nomes dos filiados. Quem for do PT vai ter que contribuir.

COMITÊ – Na tarde de ontem (20), o prefeito de Caruaru, José Queiroz, esteve reunido com o comitê gestor das obras das Avenidas Agamenon Magalhães, Manoel de Freitas e Rio Branco. Durante o encontro, representantes da URB e da Destra discutiram o andamento da obra e as medidas a serem tomadas para organizar o trânsito durante o período de duração. Após a reunião, o prefeito visitou os locais e acompanhou de perto as ações.

JAJÁ – O vereador do Recife e líder do PPS em Pernambuco, Raul Jungmann, esteve em Caruaru e falou sobre a situação do vereador Jajá. De acordo com o vereador recifense, Jajá, expulso pelo Diretório Estadual do partido, após virem à tona as denúncias de seu envolvimento na Operação Ponto Final, terá uma nova chance de se defender das acusações à Executiva Estadual. Ainda não há uma data definida, mas o encontro deverá acontecer nos próximos dias.

COMUT – Está marcada para a próxima segunda (24), mais uma reunião do Conselho Municipal de Transportes (COMUT). A expectativa é que o Regimento Interno seja finalizado, já que uma vírgula vira motivo de amplo debate no Conselho. Desde a realização da Conferência de Trânsito que o Comut segue sem presidente e reunião após outra não define praticamente nada.

MELO NO SDD – O ex-candidato a vice-prefeito Severino Melo foi um dos representantes de Caruaru no encontro do Partido Solidariedade no Recife. Ele garantiu que segue motivado na legenda e pode até voltar a disputar uma eleição no futuro próximo. O policial federal aposentado ficou conhecido pelo slogan: “Político voluntário, mandato sem salário”. Ele deixou o PSOL logo após a eleição de 2012 e entrou no SDD em setembro do ano passado.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro