13 de janeiro de 2012 às 08h30min - Por Mário Flávio

A TV Jornal exibiu uma reportagem ontem a noite sobre a novela que se tornou a compra de um terreno para construir uma nova sede para a Câmara de Caruaru. A matéria revela a celeuma que se tornou a aquisição dessa propriedade. A prefeitura alega que a Câmara não enviou um laudo, para que o depóstido de 300 mil reais seja efetivado. A Câmara diz que não tem a obrigação de enviar laudo nenhum. Para abordar a questão com um olhar diferente, a emissora convidou o advogado Francisco Júnior. Especialista em direito administrativo, ele garantiu que o decreto enviado pelo Executivo não apresenta a necessidade de ter um laudo para efetivar o depósito. Para o advogado, a questão é política, devido ao relacionamento entre os dois poderes, que não anda bem, desde a eleição da nova Mesa Diretora. Assista ao vídeo, que tem reportagem de Izabela Barboza e Zeca Leite.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro