2 de janeiro de 2013 às 10h19min - Por Mário Flávio

20130102-104737.jpg

O prefeito Zé Queiroz (PDT) iniciou a reunião dando um puxão de orelhas nos secretários e comissionados pelo atraso na solenidade. Ele determinou que os próximos encontros tenham início no horário para evitar que horas de trabalho sejam perdidas. Na sequência teve início as assinaturas de posse dos novos secretários com André Alexei Lyra sendo o mais aplaudido entre os que estavam presentes. As petistas Elba Ravane e Louise Caroline e o presidente do Caruaruprev Osório Chalegre também foram muito saudados.

A surpresa foi a nomeação de André Filho para a gerência operacional da Ceaca, que segue sob a direção de Marco Casé, que acumula os dois cargos até a nomeação de um titular. Na Fundação de Cultura apenas a diretora de Turismo Lúcia Félix foi empossada, o nome do novo secretário ficou para o próximo mês, já que a Fundação será desmembrada. Tony Galvão foi relocado para a Controladoria Geral e Aldo Arruda foi confirmado na URB. A petista Louise Caroline foi escolhida para falar em nome da equipe de transição.

Ela destacou as diretrizes do novo governo, que criou cinco ações para iniciar aos trabalhos. Essa definição partiu da equipe de transição, que apontou cinco itens: Compromisso social; Desenvolvimento econômico sustentável; Participação, Transparência e controle social; Gestão moderna e eficiente; e Nova Cultura política. “Esses foram os eixos definidos pela equipe de transição, coordenada pelo deputado federal Wolney Queiroz”, disse.

Por fim usou a palavra o novo presidente da Câmara de Caruaru, Leonardo Chaves (PSD). Ele destacou a importância da posse dos secretários e disse que Zé Queiroz era o prefeito das grandes transformações em Caruaru. “Temos um prefeito que trabalha 24 horas por dia pensando em Caruaru e gostaria de agradecer publicamente o apoio de Queiroz e vou ter a honra de assumir a Casa pela sétima vez com Queiroz na prefeitura. E digo a Queiroz e aos vereadores que não irão se arrepender de ter me escolhido”, disse o novo presidente do Legislativo.

Com a ausência do líder do governo, Dr. Demóstenes (PSD), que teve que ir ao plantão no historial, coube ao vice-lider Ricardo Liberato (PSC) falar em nome da bancada. Por fim, falou o deputado federal Wolney Queiroz, coordenador da equipe de transição. Ele pediu que a mesma empolgação da posse fosse estendida aos quatro anos de mandato. “Essa lua de mel deve durar os quatro anos, esse é o meu pedido. Mas sei que nem sempre é assim, temos uma cidade que espera muito dessa gestão, que tem como desafio maior levar a melhoria de vida a população de Caruaru. Iremos buscar incansavelmente atingir as cinco diretrizes, foi isso que construímos com a sociedade na campanha, estou a disposição de todos para que possamos fazer um governo grandioso e dizer que em Brasília vou buscar o que for melhor para Caruaru. Vamos ainda buscar mais apoio do governador Eduardo Campos e do governo Dilma. Aconselho aos secretários que busquem e fiquem antenados com os projetos do Governo Federal, não podemos perder tempo e vamos a partir de hoje trabalhar para fazer uma gestão que o povo espera e merece”, disse.

A solenidade foi encerrada com as falas do vice-prefeito Jorge Gomes (PSB) e do prefeito Zé Queiroz. Jorjão destacou a reinvenção da política local e disse que Queiroz representa o novo. Já o prefeito de Caruaru reforçou a fala de Wolney e citou a renovação da cultura política. “Estamos pregando essa nova cultura e vamos fazer isso com a Câmara, não apenas com os 16 vereadores, mas com os 23 eleitos. Faço aqui um apelo a minha equipe, sabemos que as relações pessoais são difíceis, mas gostaria de lembrar que a coisa mais importante é o diálogo. Não vamos admitir a criação de ilhas nessa gestão”, pontuou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro