26 de janeiro de 2012 às 09h00min - Por Mário Flávio

O prefeito Zé Queiroz (PDT) nomeou ontem como assessor especial Reginaldo França (PMDB). A nomeação do político, muito questionada por militantes históricos da Frente Popular em Caruaru, teve o dedo de Leonardo Chaves (PSD). França é muito próximo do vereador, que desde o ano de 1979 fazia parte do PMDB. O próprio Leonardo articulou a ida de Reginaldo para o comando da legenda e costurou a aproximação dele com o prefeito Zé Queiroz (PDT).

O vereador Leonardo Chaves foi um dos principais articuladores para que Reginaldo França entrasse na Justiça contra o diretório estadual do PMDB, para que o mesmo fosse reconduzido a frente do partido. No entanto, Chaves não bota muita fé que a sigla fique no comando de França, ele aproveitou a janela e migrou para o PSD, só assim não corre o risco de ter que pedir votos para a oposição esse ano.

Mesmo com todo o prestígio que goza junto ao prefeito Zé Queiroz, o vereador Leonardo Chaves, assim como Reginaldo França, não é bem aceito por toda a cúpula do governo. Assessores mais próximos do prefeito Queiroz, lideranças e vereadores reclamam muito pela constante mudança de lado do edil, que durante o mandato de Tony Gel (DEM) foi um dos aliados mais fieis do democrata. Até hoje uma frase de Leonardo é lembrada pelos insatisfeitos: “Tony Gel foi o maior prefeito da história de Caruaru”, disse Chaves na inauguração do Barracão da Cidadania.

Leonardo teve papel fundamental na indicação

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro