14 de fevereiro de 2014 às 09h53min - Por Mário Flávio

20140214-095301.jpg

Terminou agora há pouco a coletiva de imprensa com o delegado Erick Lessa para apresentação de inquérito da Operação Ponto Final 2. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, existia a tentativa de criar a CPI da CGU para tentar extorquir dinheiro do prefeito Zé Queiroz. Segundo o chefe do inquérito, os vereadores Evandro Silva (PMDB) – autor do requerimento se criou a CPI, Neto (PMN) e Val de Cachoeira Seca (DEM) eram os líderes do que a Polícia chamou de organização criminosa. Segundo a investigação, o trio ofereceu dinheiro aos vereadores Val das Rendeiras e Pastor Jadiel Nascimento, ambos do Pros, para que os dois assinassem o requerimento, que criou a CPI.

De acordo com Lessa, foram oferecidos 30 mil reais para cada um, divididos em duas parcelas de 15 mil. Quando foi preso, o Pastor Jadiel disse que o dinheiro era emprestado, fato negado pela Polícia, já que os vereadores Val e Neto pressionavam para que Jadiel devolvessem o dinheiro. Ainda hoje mais informações sobre o caso.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro