26 de julho de 2017 às 07h10min - Por Mário Flávio

Fernando-Bezerra-Coelho-Foto-TV-Senado

O senador Fernando Bezerra Coelho tornou-se um dos principais protagonistas da política de Pernambuco nos últimos 30 dias após ter aberto negociação com o DEM para possível filiação dele e dos dois filhos, o ministro de Minas e Energia (Fernandinho) e o prefeito de Petrolina (Miguel). A negociação está sendo feita com o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, que sonha com a construção de um novo partido formado por líderes do Democratas e dissidentes do PSB.

Ocorre que, ao iniciar o diálogo com os “demistas”, FBC se fragilizou dentro do seu atual partido, no qual “cantou de galo” duas vezes: quando fez o filho ministro à revelia da cúpula partidária e quando articulou a candidatura da ruralista Tereza Cristina para líder da bancada na Câmara Federal. Agora, que está com um pé fora do partido, ele permanece líder dos dissidentes que deverão acompanhá-lo em direção a outro projeto.

Sem ele, o PSB ficará menos forte em Pernambuco, porém mais coeso e mais homogêneo, e sob comando de um único líder: o governador Paulo Câmara.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro