12 de agosto de 2013 às 11h12min - Por Mário Flávio

20130812-111654.jpg

A defesa do vereador Jajá (PPS) espera por uma decisão favorável do juiz da Primeira Vara Criminal de Caruaru sobre o processo em que o edil é acusado de falsificar documentos públicos e falsidade ideológica. Devido ao ano do processo ser 2005, os advogados de Jajá pediram a prescrição do processo, o que significa a extinção da punibilidade. O promotor Sérgio Tenório emitiu parecer favorável a defesa e encaminhou o documento para a vara criminal de Caruaru.

No contexto

Crimes cometidos em 2005 complicaram situação de Jajá junto a justiça

“Nós pedimos a prescrição do processo. O Ministério Público deu esse parecer favorável, com isso esperamos que o juiz siga a recomendação do MPPE, situação comum a esse tipo de decisão. O juiz deve julgar até sexta-feira e separamos por uma resposta positiva”, disse o advogado José Américo.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro