18 de outubro de 2013 às 11h49min - Por Mário Flávio

feliperibeiro

Aos 65 anos, o teatrólogo e dramaturgo caruaruense Vital Santos faleceu na manhã desta sexta (18), internado desde quinta (17), no hospital Ilha do Leite, em Recife, entre 8 e 9h. Vital estava com leucemi, mas uma parada cardíaca o levou a óbito. O velório e enterro do dramaturgo serão realizados no Cemitério Parque das Flores, na Capital. O horário do enterro ainda não foi definido, mas ocorrerá neste sábado (19), no cemitério Parque das Flores, em Tejipió, Zona Sul do Recife.

Um dos maiores percussores dessa via teatral, ele iniciou sua carreira em Caruaru e em 1966 e foi um dos fundadores do Grupo Evolução. Após a peça “Feira de Caruaru”, peça baseada no livro “Terra de Caruaru” de José Condé, fundou o Grupo Feira de Teatro Popular.

Ele conseguiu ganhar vários prêmios com sua obras, entre elas O auto das sete luas de barro, uma biografia escrita em 1979 sobre o Mestre Vitalino, pela qual venceu o Prêmio Molière, concedido pelo governo francês. Com essa obra, ele recebeu ainda cinco prêmios da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Em 2011, ele foi homenageado no São João de Caruaru.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro