1 de setembro de 2013 às 18h04min - Por Mário Flávio

Carlos Fernando

Faleceu na tarde deste domingo (1), o cantor e compositor Carlos Fernando, aos 75 anos, vítima de complicações causadas por um câncer de próstata. O artista deu entrada no Instituto Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), no bairro dos Coelhos, no Recife, na sexta-feira (30), no setor de cuidados paliativos para pacientes em estágio terminal.

Natural de Caruaru, o pernambucano tornou-se um ícone da MPB, sendo conhecido por misturar frevo à MPB, jazz ao forró e outras inovações em 40 anos de carreira. Ele foi o homenageado, ao lado de Cícero Dias e de Enéas Freire, pelo Galo da Madrugada, em 2011, entre outras coisas, por ter participado do Movimento de Cultura Popular de Pernambuco – um dos focos da resistência ao governo militar no estado, ainda na década de 60.

Entre as diversas composições do compositor estão “Banho de Cheiro”, eternizada na voz de Elba Ramalho, e o projeto “Asas da América”, coletânea de frevo idealizada por ele. No currículo, o pernambucano ainda tinha composições para Caetano Veloso, Chico Buarque, Geraldo Azevedo e Gilberto Gil. A família deve decidir, ainda neste domingo, a respeito do sepultamento do artista.

BIOGRAFIA

Carlos Fernando iniciou a carreira pelo teatro, depois foi para Recife e participou do MCP (Movimento de Cultura Popular). Com o golpe, o MCP acabou. A idéia da profissionalização só veio quando iniciou a parceria com Geraldo Azevedo, no início da década de 60. Antes disso  veio a primeira música: Aquela Rosa. A canção conquistou o primeiro lugar no Festival de Música Popular do Nordeste, promovido pela Revista Manchete e TV Jornal do Commercio.

A música foi gravada por Teca Calazans, num compacto pela gravadora Rozemblit, selo Mocambo. Naná Vasconcelos, Gemerino e Marcelo (Quinteto Violado) participaram da gravação.O próximo passo foi a criação da série Asas da América, em 1981.

Em duas décadas de vida, o projeto havia rendido oito discos. O repertório dos trabalhos é bem variado e inclui desde frevos inéditos a grandes sucessos do Carnaval. As parcerias em todos os trabalhos são inúmeras. Além de Geraldo e Alceu, Lenine, Don Tronxo e Rubinho Valença haviam assinado composições com Carlos Fernando.

Com informações de Enciclopédia Nordeste


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro