4 de julho de 2012 às 10h30min - Por Mário Flávio

Apesar de o próprio presidente do PTC em Caruaru, Johnny Edilson, ter confirmado que o partido retornaria para a base da Frente Popular, anulando o apoio à base de oposição nas eleições municipais, a candidata à prefeita Miriam Lacerda (DEM) ainda acredita que essa situação possa ser revertida.

Ela ainda não foi procurada por Johnny Edilson para falar sobre os rumos do PTC, no entanto, foi comunicada de que o diretório municipal está conversando com o presidente do partido, Eriberto Medeiros, e que existe a possibilidade de manter o apoio do partido. Em paralelo a isso, Miriam demonstra estar animada com a decisão do desembargador Patriota Malta em manter PMDB sob o comando de Severino Soares, o Bibiu, e dessa forma na frente de oposição. Ela disse que “a justiça prevaleceu” no julgamento da liminar que Reginaldo França conseguido de última hora para restabelecer o diretório municipal do PMDB, na semana passada.

Para o deputado estadual Tony Gel (DEM), líder da oposição na cidade, esse processo às vésperas de campanha política é normal. “Não se faz campanha sem emoção, entendemos que isso faz parte de um processo político, mas estamos tranquilos e, no caso do PMDB, acreditamos que a decisão do desembargador será mantida”, concluiu.

No entanto, essa situação do PMDB ainda pode se arrastar e ter reviravoltas até a próxima quinta-feira (04), já que articuladores da base do governo afirmam que apenas a convenção realizada por Reginaldo França teria sido realizada no sábado (30) e, assim, somente os registros de candidaturas dessa convenção seriam válidas juridicamente.

 

 


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro