2 de junho de 2017 às 07h28min - Por Mário Flávio

Bruno Araujo - Foto: George-Gianni/PSDB

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, anunciou, durante reunião com prefeitos de cidades atingidas pelas chuvas iniciadas no último fim de semana, R$ 226 milhões em investimentos para Pernambuco. São R$ 201 milhões para a construção de 2697 unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida e R$ 25 milhões para o Cartão Reforma, que terá atendimento prioritário em municípios atingidos.

Além disso, Araújo ressaltou que 468 unidades em Barreiros serão destinadas para vítimas das chuvas. “Cento e cinco delas estão aptas para serem habitadas de forma imediata. Em Jurema, outras 57 unidades também podem ser habitadas por famílias que perderam suas casas devido às enchentes e se enquadram dentro da faixa de renda do programa”, destacou. A reunião foi realizada na sede do Ministério das Cidades, em Pernambuco, na Ilha do Leite, no Recife.
Nesta sexta (2), em Brasília, o ministro anuncia novas contratações do Minha Casa, Minha Vida em todo o Brasil.

Já no Recife, o diretor do Departamento de Melhoria Habitacional do Ministério das Cidades, Alvaro Lourenço, que coordena nacionalmente o Cartão Reforma, estará em reunião com técnicos dos 31 municípios pernambucanos que estão em estado de emergência. Durante o encontro, que será realizado na sede da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), na Avenida Recife, Lourenço vai capacitar os técnicos para acessarem de forma adequada o Sistema de Operação e Gerenciamento do Programa Cartão Reforma (SisReforma), e também estará à disposição para explicações sobre o programa e como ele funcionará nas cidades atingidas pelas enchentes.

O Cartão Reforma é um programa de melhoria habitacional do Governo Federal, que visa auxiliar famílias, com renda mensal de até R$ 2.811, 00 na reforma, ampliação ou conclusão de suas moradias. Para tanto, o benefício será repassado por meio de cartão, cujos valores variam de R$ 2 mil a R$ 9 mil, destinado à compra de materiais de construção. A mão de obra é de responsabilidade das famílias.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro