11 de junho de 2013 às 09h25min - Por Mário Flávio
20130611-020301.jpg

Presidente do Sindecc voltou a afirmar que e reunião do COMUT foi ilegal

Mesmo com a saída do COMUT, o presidente do Sindecc, Milton Manoel mostra que não vai dar trégua aos representantes do poder público e do próprio Conselho. Ele analisou a entrevista do prefeito Zé Queiroz (PDT), que o COMUT tinha autonomia em decidir pelo aumento ou não, no valor das passagens de ônibus em Caruaru.

O sindicalista criticou a fala do prefeito e voltou a afirmar que a última reunião do COMUT foi ilegal. “Dizer que o COMUT é uma representação do povo e ao mesmo tempo votar contra o povo, são duas coisas distintas. Pois, a decisão tomada na ilegal reunião acontecida no último dia 30 de maio, contou com cincos votos favoráveis ao aumento na tarifa do transporte coletivo, dos quais, três votos foram dois da Prefeitura e um do vereador Ricardo Liberato, que é da base do Governo do senhor José Queiroz”, disse.

Para Milton, até a aprovação da Lei que obriga a licitação, o aumento na tarifa não deveria ser discutido. A conferir.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro