31 de maio de 2012 às 21h13min - Por Mário Flávio

Diretora de Juventude da prefeitura de Caruaru, Michelly Pereira foi sondada pela Executiva Estadual do PCdoB para sair pré-candidata a vereadora no município. No entanto, quem não gostou disso foi o petista Eduardo Guerra. De acordo com a própria Michelly, o ex-comunista e pré-candidato a vereador não aceitou a decisão e ambos romperam.

E ela ainda garantiu que, após essa definição da executiva de que ela fosse pré-candidata, funcionários da prefeitura ligados a ela teriam sido demitidos, por articulação de Eduardo Guerra. Se houve ou não esse intermédio de Eduardo, há um outro ponto que Michelly precisa definir: para sair como candidata, ela precisa descompatibilizar o cargo na diretoria, e para isso, precisa saber se o seu cargo exercido na prefeitura ainda está dentro do prazo de descompatibilização.

O presidente do PCdoB em Caruaru, vereador Lícius Cavalcanti, disse que a comunista vai seguir a orientação do PCdoB e não vota em candidatos de outros partidos.

 


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro