9 de julho de 2015 às 07h30min - Por Mário Flávio

O Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco (SindMetal) realiza, nesta sexta-feira (10) e no sábado (11), um Seminário em Preparação à Campanha Salarial 2015 da categoria. Para contribuir com o debate, inicialmente haverá uma análise da conjuntura econômica e política vivenciada pelo país, com a contribuição do Dieese. Os dados apresentados subsidiarão a proposta de pauta de reivindicações do segmento.
Para a diretoria do SindMetal, é preciso identificar os desafios do momento atual, mas sem esquecer que há também muitas possibilidades, já que o estado tem demonstrado grande potencial no setor, destacando-se em nível nacional. O ramo metalúrgico envolve a indústria automotiva/autopeças, naval, siderúrgica, eletroeletrônica e de bens de capital. No país, há cerca de 2,4 milhões de trabalhadores na área, que representam 5,1% de todos os empregados no mercado de trabalho formal. De cada quatro trabalhadores na indústria em geral, um é da indústria metalúrgica, de acordo com a RAIS (Relação Anual de Informações Sociais/ 2011) do Ministério do Trabalho. Só em Pernambuco, são cerca de 40 mil profissionais.

O foco da Campanha Salarial 2015 é assegurar os direitos já previstos em convenções anteriores e ampliar conquistas. Hoje, o salário base da categoria é de R$ 844,03, para empresas com até 70 empregados; e R$ 878,22, para as que têm mais do que 70. Entre as conquistas da Campanha passada estão a garantia de representantes sindicais nos locais de trabalho e o ganho real de 1, 79%, que foi um dos maiores em nível nacional, na época.

Logo após o seminário, a sugestão de pauta será apresentada, em assembleia, para a aprovação da categoria. O passo seguinte é a notificação da classe patronal e o agendamento do processo de negociação.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro