26 de abril de 2018 às 07h10min - Por Mário Flávio

img_5838.jpg

Por Inaldo Sampaio

Ficou pronta a pesquisa encomendada pelas oposições para embasar a definição dos seus candidatos a governador, vice e senadores. Ela foi apresentada aos senadores Armando Monteiro e Fernando Bezerra, ao ex-governador João Lyra Neto e aos deputados federais Mendonça Filho e Bruno Araújo.

O líder petebista aparece melhor situado que os outros membros da oposição, mas já deixou claro numa reunião coletiva que não faz da candidatura uma obsessão. Tanto pode ser candidato como apoiar qualquer outro nome, inclusive o do deputado federal Fernando Coelho Filho, se este for o entendimento do grupo.

A única coisa que pede aos colegas é a manutenção da unidade do bloco, após a definição da chapa majoritária, que só deverá ser anunciada no próximo mês de maio. O bloco aparentemente está unido, mas precisa injetar ânimo nos ex-ministros Mendonça Filho e Bruno Araújo, cujas cabeças estão voltadas para o plano nacional.

O primeiro aguarda convite do PSDB para ser o vice de Geraldo Alckmin na eleição presidencial e o segundo estaria inclinado a concorrer à reeleição, e não a um mandato de senador como se chegou a se especular. Numa coisa todos estão de acordo: só se deve anunciar a chapa depois que o governador anunciar a dele.

Oposições só anunciarão sua chapa após a Frente Popular anunciar a dela.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro