20 de janeiro de 2015 às 07h55min - Por Mário Flávio

Mendonça Filho

O líder do Democratas na Câmara dos Deputados, Mendonça Filho (PE), e o líder da Oposição no Congresso Nacional, senador eleito Ronaldo Caiado (GO), lamentaram os novos reajustes na tributação brasileira, em especial, o novo aumento de R$ 0,22 para a gasolina e de R$ 0,15 para o diesel.

Em recente anúncio feito pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, foi anunciado quatro medidas que aumentam impostos sobre operações de crédito, reajuste na alíquota do PIS/Cofins e mudanças no IPI para o setor de cosméticos, além de alterações no PIS e na Cide sobre os combustíveis.

“O brasileiro não está tendo tempo nem para respirar. Em 19 dias de governo, já temos más notícias para o ano inteiro. Aumentar gasolina e diesel vai incidir diretamente na inflação e no poder aquisitivo do trabalhador. Estamos diante de um pacote de maldades com o contribuinte que parece não ter fim”, afirmou Mendonça.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro