4 de junho de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

Na última assembleia da categoria, os médicos decidiram pela paralisação de advertência. A foto é de Natália Gadelha

Na última assembleia da categoria, os médicos decidiram pela paralisação de advertência. A foto é de Natália Gadelha

Está marcada para ter início a partir de 19h desta terça-feira (04) mais uma assembleia dos médicos da rede municipal de saúde. A intenção dos profissionais é fazer um balanço da paralisação de advertência da categoria, que ocorreu no último dia 30, debater o conteúdo da Audiência Pública sobre a saúde municipal e decidir os rumos do movimento.

Existe ainda a possibilidade da votação de uma possível Ação Civil Coletiva a ser ajuizada contra a Prefeitura, devido ao não pagamento do 13º salário a alguns médicos. No entanto, essa situação é pouco provável, como explica o diretor do Simepe em Caruaru, Danilo Souza. “Vamos discutir a questão da ação, mas é uma situação difícil, já que existem muitos prós e contras, o nosso jurídico vai explicar para que que possamos deliberar sobre isso”, disse.

O sindicalista garantiu que o movimento pode voltar a endurecer com a prefeitura. “Não estão descartadas novas paralisações, tudo depende da proposta que vai ser enviada pela prefeitura de Caruaru”, pontuou. Desde a semana passada que o tensionamento entre categoria e gestão aumentou, principalmente devido as declarações de ambas as partes na Audiência Pública.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro