3 de agosto de 2012 às 08h15min - Por Mário Flávio

Com informações do Simepe

Após denúncias sobre a falta de cirurgiões gerais no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) convocou uma reunião com o corpo clínico da emergência, para discutir sobre a interdição ética do HRA. 

A reunião com os médicos será na próxima quarta-feira (08), às 15h, no Cremepe. Na ocasião, serão repassados aos conselheiros todos os problemas existentes no HRA. De acordo com o diretor regional do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), Danilo Souza, o serviço chegou a uma situação limite. “São três dias na semana com plantões completamente descobertos de cirurgiões gerais”, alertou. Ainda de acordo com ele, o hospital tem suporte para oferecer a população uma melhor assistência, porém, sem os profissionais é impossível funcionar em sua totalidade.

O delegado regional do Cremepe, José Reinaldo Madeiro, explicou que diante desta situação, o Conselho já recomendou a diretoria do CRL a restrição dos atendimentos até a solução definitiva do problema.  A determinação está prevista na Resolução 03/2010 do Cremepe, a qual define que o ato de restrição de atendimento no plantão é de competência da equipe médica.

O diretor do Simepe, Tadeu Calheiros, reforça sobre a necessidade da realização de concurso público. “É preciso um vinculo profissional estável para garantir que esses buracos não existam em serviços tão importantes”, pontuou.

Nesta sexta (03) encerra o prazo pactuado durante reunião entre a SES e as entidades médicas para um posicionamento do Governo, a respeito do déficit desses plantonistas.  “Esse é um problema que merece atenção especial da Secretária Estadual de Saúde, pois a interdição do serviço no HRA causará transtornos aos profissionais e a população”, comentou o diretor do Sindicato, Silvio Rodrigues.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro