2 de agosto de 2018 às 09h15min - Por Mário Flávio

Após 40 dias o MDB lança hoje Henrique Meirelles na corrida presidencial, o partido oficializa o nome do ex-ministro como candidato ao Planalto. Mesmo com algumas resistências isoladas na própria sigla, Meirelles chega forte à convenção nacional e com apoio maciço dos emedebistas, incluindo o presidente Michel Temer.

O MDB espera que até mil pessoas prestigiem a convenção nacional da legenda, que ocorre em Brasília. Desde que foi anunciado como pré-candidato, Meirelles rodou o país, encontrou líderes de vários setores e se apresentou como o “homem que tirou o país da crise por duas vezes”. A trajetória de destaque como presidente do Banco Central e ministro da Fazenda, inclusive, virou letra de seu jingle “Chama o Meirelles”.

Meirelles entrou na vida pública em 2002, quando foi eleito o deputado federal mais votado do estado de Goiás. Mais tarde, convidado pelo ex-presidente Lula, comandou o Banco Central, entre 2003 e 2010. Até abril deste ano, esteve no comando do ministério da Fazenda, onde chefiou a retomada da estabilidade econômica do país, após a crise política e financeira de 2015 e 2016.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro