3 de dezembro de 2017 às 12h29min - Por Mário Flávio

Da Veja

A ex-senadora e fundadora da Rede, Marina Silva, lançou-se oficialmente como pré-candidata à presidência da República na tarde deste sábado. Em evento em Brasília, Marina disse que a definição da chapa ainda não foi feita — e será anunciada até agosto do próximo ano. No encontro com correligionários da Rede, Marina destacou a força jovem do partido, lembrou que está perto de completar 60 anos e agradeceu a presença da ex-senadora Heloísa Helena. “A seiva da caatinga alimenta as samaúmas da Amazônia”, disse. Confira no vídeo abaixo.

Em carta divulgada no início do evento, a Rede estabeleceu os pontos principais da pré-candidatura: o equilíbrio fiscal, os avanços sociais e o desenvolvimento sustentável. “O Brasil está atravessando um momento muito difícil, não por falta de meios ou potencial para o desenvolvimento estável e sustentável, mas pela derrocada do sistema político como fonte de liderança, credibilidade, representatividade e propostas agregadoras e viáveis para sair da crise e ir adiante”.

Sem citar nomes, a Rede criticou o atual governo afirmando que os mesmos que “assaltaram os cofres públicos” hoje falam em “reformas imprescindíveis”. “Não aceitamos mais como regra da ação política o conluio que coloca o patrimônio de toda a sociedade a serviço de interesses individuais ou de grupos. Sem falar daqueles que assaltaram – e dos que continuam assaltando – os cofres públicos para enriquecimento próprio ou para irrigar seus projetos de poder, e que, com impressionante cinismo, falam hoje em “reformas imprescindíveis” para “salvar o país””, diz o texto.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro