15 de novembro de 2013 às 20h14min - Por Mário Flávio

Operador do mensalão, o empresário Marcos Valério se apresentou agora há pouco na sede da superintendência da Polícia Federal em Belo Horizonte (MG). Ele foi condenado pelo STF por formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, e a uma pena de 40 anos, 4 meses e 6 dias de prisão, além do pagamento de R$ 2,78 milhão em multas.

Sete dos condenados pelo Supremo devem se apresentar ainda nesta sexta-feira na sede da PF em Belo Horizonte (MG). É no Estado onde atuava o chamado núcleo operacional e financeiro do esquema, sob o comando de Valério.

Além de Valério, já se entregaram Cristiano de Mello Paz (ex-sócio-presidente das empresas SMP&B e da Graffiti), Simone Vasconcelos, ex-diretora da SMP&B, o ex-deputado Romeu Queiroz e a ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabello. Devem ainda se apresentar na capital mineira Ramon Hollerbach Cardoso (ex-sócio de Marcos Valério) e José Roberto Salgado (ex-diretor do Banco Rural).

Todos os presos em outros Estados, como em BH, serão transportados a Brasília em aeronave da Polícia Federal, ainda neste final de semana, segundo a corporação.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro